Eventos

Oficina de Comida Japonesa Vegetariana ensina 8 receitas fáceis e gostosas

Durante 1,2 mil anos, a carne vermelha foi proibida no Japão, por isso, o país desenvolveu uma rica culinária vegetariana no dia a dia que os imigrantes trouxeram ao Brasil.

No dia 3 de dezembro, a cozinheira Marlene Fukushima, proprietária do buffet Hanayori, desvenda esse universo na Oficina de Comida Japonesa Vegetariana  ensinando o preparo de 8 pratos que não usam carne, simples e deliciosos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

No cardápio estão 8 pratos:

inarizushi (sushi caseiro), gohan (arroz japonês), missoshiru (sopa de pasta de soja), sunomono (entrada) de repolho agridoce, kinpira takenoko (broto de bambu levemente refogado), yakinasu (berinjela japonesa grelhada ou frita), tofu steak e de sobremesa kanten (gelatina japonesa a base de algas) com frutas.

“Mesmo quem não é vegetariano pode participar que não
vai sentir falta de carne”, garante Marlene.

O convidado especial desta oficina é o educador Edson Hiroshi, idealizador da Ecovila Clareando, que vai falar sobre os benefícios da alimentação japonesa na saúde.



Hiroshi desenvolve pesquisa com fermentados e probióticos na Ecovila. Os ingredientes utilizados como missô (pasta de soja), tofu (queijo de soja), takenoko (broto de bambu), nasu (berinjela japonesa), kanten (gelatina a base de algas) fazem da comida do dia dia dos japoneses e são extremamente saudáveis.

A soja fermentada é rica em proteínas, ferro, cálcio e ainda por cima não é muito calórico. O broto de bambu possui propriedades anticancerígenas e rejuvenescedoras. A berinjela é um poderoso antioxidante, que ajuda a evitar danos nas células do cérebro.  O Kanten (agar-agar) é uma rica fonte de cálcio, ferro e fibras. Não contém açúcar, gordura e carboidratos.

“A comida japonesa caseira é a tradução do comfort food. São pratos
simples, com ingredientes da estação, em pequena quantidade e bastante
variada, que alimentam o corpo e a alma”, afirma Marlene, que aprendeu a
cozinhar com a mãe, ainda menina.

Pra quem quiser conferir como se faz a receita do Kinpira takenoko, pode
conferir este vídeo: http://yt2fb.com/qsushi-kimpir-de-takenoko/

Cardápio

Inarizushi (sushi caseiro)
Gohan (arroz japonês)
Missoshiru (sopa de pasta de soja)
Sunomono (entrada) Repolho agridoce
Kinpira takenoko (broto de bambu)
Tofu steak
Yaki nasu (beringela grelhada ou frita)
Sobremesa: Kanten (gelatina japonesa a base de alga) com frutas

Serviço:
Oficina de Comida Japonesa Vegetariana
3 de dezembro, das 8h às 13h
Rua Primeiro de Janeiro, 53, Vila Clementino (ao lado do metrô Santa Cruz)
– São Paulo
R$ 290 (inclui ingredientes, apostila e almoço de confraternização)
Inscrições: cursos@kaminaricomunicacao.com.br www.japanveggie.eventbrite.com (6X no cartão, com taxa de administração)

Comente 😉


Compartilhe com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *