Notícias

Contra Vegetarianos, cantor sertanejo Eduardo Costa causa polêmica no Instagram com vídeo de “churrascaria heterossexual”

Quem acompanha o cantor sertanejo Eduardo Costa pelo Instagram, percebe que ele tem o costume de publicar imagens e vídeos que geram polêmica.

O motivo de fazer de seu perfil um amaranhado de publicações focadas na sua opinião pessoal com assuntos que não domina, não se sabe, no entanto, é uma maneira de co-existir em meio à mídia social.

Mesmo com sua maneira duvidosa de se dirigir às mulheres, ou a ostentação explícita de seu dinheiro, faz com que o cantor receba comentários de apoio, e alguns poucos criticando-o.

No entanto, desta vez, uma publicação que supera o mal gosto feito na madrugada de sexta (2), Eduardo Costa fez um post com um vídeo que mostra o depoimento de uma pessoa com fala abatida que seria vegana fazendo propaganda de uma suposta “churrascaria heterossexual”.

O assustador tanto do vídeo existente, quanto do cantor em postar algo desse tipo, é associar a sexualidade das pessoas (que é algo particular de cada um) com uma questão que a tem a ver com ética e empatia. Neste caso, a estupidez foi rompida e ecoa através do vídeo.

Leia parte da transcrição do vídeo: A “Hetero Grill, não basta ter técnica, tem que ter família. Aqui, javali é no rolete e veado é na brasa. Aqui não se come o capim, aqui comemos quem come o capim – centro de recuperação de veganos e vegetarianos.”

O cantor que é dono de várias fazendas disse na postagem: “Hétero grill. Não comemos capim, comemos quem come o capim. Kkkk… Até comer carne, hoje em dia, é coisa pra [sic] macho. Eu como mexxxmooo [sic]” –  Ele tem mais de 5,2 milhões de seguidores.

O vídeo teve mais de 88,7 mil visualizações, e ganhou centenas de comentários. Por incrível que pareça, a maioria deles é em apoio a atitude do artista que, recentemente, se juntou ao também sertanejo Leonardo para lançar o show Cabaré – que se transformou até em marca de cachaça.

Leia alguns comentários:  “Edu polêmico! Daqui a pouco começa o ‘mimimi’ [sic] do povo”, publica o perfil @patricia_msant, na rede social de imagens. “Vamo comer carne mesmo. Os veganos e vegetariano que nos deixem em paz. Porque não temos inveja da alimentação deles”, diz @nayara_gpgs.

“Edu, me convida para um churrasco na sua fazenda?”, brinca a usua´ria @rosasantos961. “@eduardocosta, você é engraçado, meu irmão. Aqui nós come [sic] quem come o capim! Hahaha…”, posta o internauta @kahmends. “Esse povo vegano é chato pacas [sic], e super intolerantes a opiniões contrárias às deles.

Esses dias, fui até xingada, porque disse que amo carne”, comenta a usuária @bruna.maia.50. “Kkk… Eu como mesmo, e se duvidar, como até o capim”, ironiza o perfil @elissandroflor.

Mas, outros internautas perceberam que o post feito por Eduardo Costa não condiz com sua condição de figura pública. “Desnecessário uma figura pública postar isso. Respeito às escolhas e à ideologia das pessoas é fundamental”, reclama a usuária @augustalandr, no Instagram.

“Ridículo esse post. Sou vegetariana e estou muito saudável! E respeito quem come carne. Totalmente desnecessário!”, critica @a.di.dio.lili. “Desnecessário. Respeito é fundamental”, diz @heid.tacco. “Eduuuuu [sic], respeito ao próximo é sempre bom!”, orienta o perfil @ltcgo_.

“Eu adoro carne, mas essa propaganda é tão idiota quanto os meus carnês”, afirma o usuário @paulooliver. “@xuxamenegheloficial [perfil oficial da Xuxa, que é vegetariana] @junnoandrade [perfil do namorado da Xuxa, o ator e cantor Junno Andrade] o que vocês opinam? Beijinhos, amo vocês juntos”, publica a internauta @marcinha_chinoka.

Veja o vídeo:

O que você achou? Comente

Compartilhe com seus amigos

5 Replies to “Contra Vegetarianos, cantor sertanejo Eduardo Costa causa polêmica no Instagram com vídeo de “churrascaria heterossexual”

  1. A medida que a sensibilização sobre o veganismo/vegetarianismo avança no Brasil muitos grupos economicos e seus agentes sentem-se ameaçados em seus negocios de carne e alimentos industrializados com substancias tóxicas.
    Isso tenderá aumentar com o tempo. Etica e empatia por uma causa tão vital pra o planeta e para a vida trarão novos sistemas produtivos e muitos desses negocios irão falir.
    Continuar essa missao de vida, esclarecer, sensibilizar, atuar contornando os embates nocivos e de discurso de odio farão a diferença no final.
    Esse post desse artista que desconheço procura o embate, a confrontação para ganhar espaços na midia. Que seja tratado na devida forma, com educação e estabelecimento de regras de respeito com as diferenças de escolha de cada um.

    1. Exato! É tão evidente que o futuro da humanidade será vegano que está causando muita preocupação com os produtores do sofrimento animal. Se a nossa postura permanecer ética na divulgação dos crimes cometidos contra os animais, e se continuarmos a demonstrar que vivemos melhor sem a utilização dos produtos desta indústria, logo teremos um mundo melhor.

  2. Infelizmente as pessoas não estão afim de sair da sua zona de conforto para adentrarem em uma causa tào grandiosa como a do vegetarianosmo, que contribui para uma saúde melhor, um meio ambiente sutentável e uma vida mais justa para todas as pessoas desse planeta.

    1. Realmente está acontecendo assim. Porém, já está havendo algumas mudanças. Lembro da época que fumar era inquestionável, e era permitido em qualquer lugar e em qualquer momento. Como tudo mudou e continua mudando! Algum dia, que espero que seja logo, a indústria dos produtos animais será tão criticada quanto a do fumo, e tal como já está quase ocorrendo com o fumo irá para a clandestinidade e será combatida por lei.

  3. Ser vegetariano é uma opção d quem c alimenta muitíssimo bem( equivocada e infeliz expressão de q c come mato), evitando o sofrimento e abate cruel de animais indefesos q sentem medo e dor. O que os olhos não vê o coração não sente bem assim..Muitissima Feliz e em paz por ser vegetariana junto com minhas duas outras irmãs. Alimentação deliciosa muito mais que c imagina. Ao Respeito e Amor a Vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *