Notícias

71% tenderiam a substituir carnes de origem animal por vegetais se houvesse mais opções no mercado

Uma pesquisa encomendada pela Mercy For Animals Brasil e realizada pelo Instituto Ipsos no Brasil revela que 78% dos entrevistados acham que os restaurantes e supermercados que frequentam poderiam oferecer mais opções de carnes vegetais.

71% dos entrevistados também afirmaram que, se houver mais opções de carnes de origem vegetal no mercado brasileiro, eles tenderiam a substituir o consumo de carnes de origem animal por carnes de origem vegetal.

A pesquisa foi realizada entre os dias 4 e 11 de agosto, baseada em uma amostra nacional com 1001 internautas de ambos os sexos com 18 anos ou mais.

Em um momento em que a produção de carne está sendo relacionada a escândalos de corrupção e trabalho escravo, a crueldade contra animais e problemas de saúde, além de ser tida como principal causa do aquecimento global, não é surpresa que os consumidores estejam em busca de alternativas mais sustentáveis e saudáveis.

Carnes sem exploração animal são tendência mundial. A Allied Market Research prevê que o mercado de carne vegetal (que não contém qualquer ingrediente de origem animal) crescerá 8,4% nos próximos três anos.



No exterior, até celebridades estão engajadas. Recentemente, Leonardo DiCaprio anunciou um investimento na Beyond Meat, conhecida nos Estados Unidos por criar hambúrgueres idênticos aos de carne, porém 100% vegetais, e se juntou a outros investidores famosos e visionários como Biz Stone e Evan Williams, co-fundadores do Twitter, e Bill Gates.

“Nos próximos trinta anos, a indústria de alimentos estará totalmente transformada. Em alguns mercados mais pioneiros, como Estados Unidos, Europa e Israel, as carnes vegetais já se assemelham muito aos produtos de origem animal, chegando a ter quase o mesmo sabor, cheiro e aparência, porém sem colesterol, sem aumentar os riscos de se desenvolver câncer ou diabetes e com impacto ambiental infinitamente menor“, afirma Gustavo Guadagnini, Diretor do The Good Food Institute, organização que atua para transformar a cadeia de produção de alimentos ao promover tecnologias que dispensam o uso de ingredientes com origem animal.

A substituição dos produtos de origem animal faz sentido para todos. Por isso, as grandes empresas tradicionais têm investido tão pesado nessa frente. Não se trata mais apenas de uma mudança de hábitos, mas de uma inovação tecnológica que vai mudar completamente os métodos de produção de alimentos. Esse movimento também acontecerá no Brasil, e muitos empresários já estão trabalhando nesse sentido”, completa.

 

Via: Escolha Veg

O que você acha? Comente



Compartilhe com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *